FICHA DE PROYECTO

NOMBRE: MEJORAMIENTO DE LA NAVEGABILIDAD DEL RÍO TIETÊ
CODIGO: HPP19
EJE: Hidrovía Paraguay-Paraná
PAÍSES:
BRASIL
ETAPA DEL PROYECTO: EJECUCIÓN  
ÁMBITO: NACIONAL
SECTOR: Transporte
SUBSECTOR: Fluvial
TIPO DE OBRA: Mejoramiento de la navegabilidad fluvial
API: SI  
ANCLA: NO  
INVERSIÓN TOTAL DEL PROYECTO EN U$S: 800.000.000

Mapa

ALCANCE DEL PROYECTO

OBJETIVO:

Aprimorar a navegabilidade do rio de modo a propiciar o reordenamento da matriz de transportes da região centro-oeste do Estado de São Paulo e impulsionar o desenvolvimento regional. A expectativa é atrair para a Hidrovia 11,5 milhões de toneladas, triplicando a movimentação.  

DESCRIPCIÓN:

Implantar melhorias específicas em todo o percurso paulista, tais como: construção de duas barragens com eclusas; substituição e ampliação de vãos e proteção de pilares de pontes, perfazendo 13 intervenções que reduzirão a viagem em até duas horas e diminuirá em cerca de 20% os custos de transportes; construção de 2 terminais hidroviários; execução de serviços de dragagem e retificação de canais em 7 municípios; melhorias em atracadouros de espera e muro guia das eclusas de 7 municípios, além de 6 projetos de duplicação de eclusas e realização de obras do Centro de Controle Operacional das eclusas (CCO).

DESCRIPTORES:

DESCRIPTOR
VALOR
UNIDAD DE MEDIDA
Calado y ancho de solera
 
m
Calado y ancho de solera
 
m
Descripción de los accesos a construir (viales y ferroviarios )
 
km
Longitud de los canales de navegación a profundizar y ensanchar, así como del dragado de los pasos críticos
800
km
Longitud de los canales de navegación a profundizar y ensanchar, así como del dragado de los pasos críticos
 
km
TRAMO/FASE/COMPONENTE DESCRIPCIÓN ETAPA INVERSIÓN (EN US$)

SITUACION BRASIL:

Eclusas: melhorias em sete eclusas (atracadouros de espera e muro guia). Realização das obras do Centro de Controle Operacional das Eclusas - CCO. Projetos para duplicação de seis eclusas (Nova Avanhandava (x2), Promissão, Ibitinga, Bariri e Barra Bonita).

META: 13 intervenções (1 com recursos do Governo Federal). Unidade da Federação: SP. DATA DE INÍCIO: 13/06/2011 e DATA DE CONCLUSÃO: 24/09/2018. Executor: Governo do Estado de São Paulo. 

Investimentos 2011-2014: União = R$ 6,9 milhões. Estado = R$ 3,9 milhões. Investimentos pós 2014: União = R$ 36,2 milhões e o Estado = R$ 239,2 milhões.

13/09/2011: assinatura do Protocolo de Intenções; 23/10/2013: assinatura do Termo de Compromisso para o atracadouro de espera da eclusa de Bariri; Ordem de Serviço emitida em 01/10/2015. A conclusão da obra (parte civil) do Atracadouro de Bariri está prevista para 30/09/2019.

ECLUSAS

INTERVENÇÃO

VALOR (R$ MILHÕES)

EXECUÇÃO
FÍSICA

DATA

UNIÃO

TOTAL

INÍCIO

CONCLUSÃO

JUPIÁ

CORDÃO DE JUPIÁ
MURO GUIA DE TRÊS IRMÃOS

0,0

23,2

          -

21/04/2017

20/03/2018

TRÊS IRMÃOS

BARRA BONITA

ATRACADOUROS DE ESPERA
(BARRA BONITA, IBITINGA, N. AVANHANDAVA e PROMISSÃO); DIQUE A JUSANTE DE PROMISSÃO; AMORTECEDOR DE ONDA DA ECLUSA DE PROMISSÃO

0,0

133,4

          -

26/09/2016

25/09/2017

IBITINGA

NOVA AVANHANDAVA

PROMISSÃO

BARIRI

NOVO CANAL DE RESTITUIÇÃO DA ECLUSA DE BARIRI,

0,0

11,3

          -

26/08/2016

25/06/2017

BARIRI

ATRACADOURO DE ESPERA

37,1

40,6

          -

20/05/2015

19/05/2016

CCO

IMPLANTAÇÃO - 3ª ETAPA

0,0

11,8

          -

11/07/2016

09/06/2017

CCO

IMPLANTAÇÃO - 2ª ETAPA

0,0

3,9

        98,5%

13/06/2011

  12/06/2016

DUPLICAÇÃO 
DE 06 ECLUSAS

PROJETOS e LICENCIAMENTO AMBIENTAL

0,0

59,5

         -

26/08/2016

24/09/2018

Ampliação e Retificação de Canais: serão sete intervenções, sendo 4 com recursos do Governo Federal. Data de Início: 01/08/2011. Data de Conclusão: 27/10/2018. Investimento 2011-2014. União = R$ 25,1 milhões; Estado = R$ 4,8 milhões. Investimento pós 2014: União = R$ 297,8 milhões; Estado = R$ 22,9 milhões. Executor: Governo do Estado de São Paulo.

 

CANAIS

INTERVENÇÃO

VALOR (R$ MILHÕES)

EXECUÇÃO FÍSICA

DATA

UNIÃO

TOTAL

INÍCIO

CONCLUSÃO

NOVA AVANHANDAVA

DRAGAGEM

286,0

286,0

       -

01/06/2016

31/06/2018

SP 425

DRAGAGEM

5,0

5,0

       -

19/07/2016

18/01/2017

IBITINGA

DRAGAGEM

9,5

9,5

       -

09/05/2016

05/05/2017

ANHEMBI

DRAGAGEM

22,4

22,4

     9,4

14/04/2014

02/02/2018

CONCHAS

DRAGAGEM

0,0

22,8

       -

28/12/2016

27/10/2018

BOTUCATU

   DRAGAGEM

   0,0

22,8

         -

28/12/2016

27/10/2018

IGARAÇU

DRAGAGEM

0,0

  2,8

   100%

01/08/2011

28/02/2013

Implantação da Barragem com Eclusa em Santa Maria da Serra, Rio Piracicaba: por motivos técnicos e ambientais este projeto foi excluído.

Implantação de Barragem com Eclusa em Anhembi, Rio Tietê: elaboração de projeto e implantação de barragem com eclusa perto de Anhembi, para ampliação do trecho navegável até o município de Conchas e Estudo para aproveitamento do trecho até Salto. Previsão de Início: 04/01/2018. Previsão de Conclusão: 03/01/2021. Investimento 2011-2014: Estado = R$1,6 milhão. Investimentos Pós 2014: Estado = R$ 400,0 milhões. Executor: Governo do Estado de São Paulo. Protocolo de Intenções assinado em 13/09/2011. Ordem de Serviço do Projeto emitida em 02/03/2015. Previsão de conclusão do Projeto até 31/12/2016.

Construção de 1 Terminal de Carga em Araçatuba (Rio Tietê): Previsão de Início: 02/12/2016. Previsão de Conclusão: 01/10/2017. Investimentos pós 2014: Estado de São Paulo = R$ 57,0 milhões. Executor: Governo do Estado de São Paulo. Protocolo de Intenções assinado em 13/09/2011. Ordem de serviço para execução do Projeto emitida em 01/09/2014. Finalizar o Projeto Executivo até 30/08/2016 (executados 32,98%).

Supervisão e Gerenciamento do Alto e Médio Tietê; Baixo Tietê e Paraná; Santa Maria da Serra e Gerenciamento das Obras: Meta: 4 Estudos. Início: 13/06/2012. Previsão de Conclusão: 03/01/2021. Investimentos 2011-2014: União: R$ 2,3 milhões. Estado = 22,3 milhões. Pós 2014: União: R$ 20,7 milhões. Estado = 63,3 milhões. Executor: Governo do Estado de São Paulo. Protocolo de Intenções assinado em 13/09/2011. Gerenciamento: execução financeira = 87,3%. Supervisão de obras – Alto e Médio Tietê: contrato assinado em 02/09/2013 (executados 55,0%). Supervisão de obras – Baixo Tietê e Paraná: contrato assinado em 06/12/2013 (executados 21,0%). Gerenciamento das obras pelo DNIT: contrato assinado em 08/11/2013 (execução financeira: 20,1% e execução física: 25,7%). 

Adequação de Pontes: Ampliação de vãos de pontes, proteção dos pilares e substituição de pontes. Meta: 14 intervenções, sendo 5 com recursos do Governo Federal. Data de início: 14/12/2010. Previsão da data de conclusão: 09/09/2018. Investimentos 2011-2014: União = R$ 73,3 milhões e Estado = R$ 82,9 milhões. Pós 2014: Estado = R$ 209,5 milhões. Executor: Governo do Estado de São Paulo. Concluída a proteção dos pilares da SP-255; concluída ampliação do vão da SP-333. Assinado o Termo de Compromisso da Ponte do Jacaré em 05/06/2014.

PONTES

INTERVENÇÃO

VALOR (R$ MILHÕES)

EXECUÇÃO FÍSICA %

DATA

UNIÃO

TOTAL

INÍCIO

CONCLUSÃO

SP 425

Proteção Pilares

0,0

9,4

48,00%

01/03/2012

03/01/2017

SP 333

Proteção Pilares

 7,4

9,8

38,00%

01/08/2012

15/03/2017

Ponte Jacaré

Ampliação do Vão

0,45

0,45

-

03/05/2016

02/08/2016

SP 595

Proteção Pilares

 6,3

6,3

-

15/02/2016

14/10/2016

SP 563

Proteção Pilares

 0,0

4,0

-

22/02/2016

21/08/2016

EF 266

Ampliação Vãos

51,7

51,7

57,0%

01/04/2014

30/06/2016

SP 425

Ampliação Vãos

0,0

35,2

83%

14/12/2010

17/11/2016

SP 333

Ampliação Vãos

0,0

27,5

100%

14/12/2010

13/06/2012

SP 255

Proteção Pilares

0,0

9,2

100%

15/06/2010

30/03/2012

SP 191

Substituição

0,0

68,4

-

10/03/2017

09/09/2018

SP 191

Substituição

0,0

68,5

-

06/01/2016

05/07/2017

SP 147

Substituição

0,0

62,0

-

06/01/2016

05/07/2017

Igaraçu do Tietê

BR-153

 

Proteção Pilares

0,0

13,3

100%

62%

02/07/2012

30/11/2013

01/03/2015

RIESGOS Y AMENAZAS

COMENTARIO

O sistema hidroviário Tietê-Paraná tem 2.400 km de vias navegáveis, de Piracicaba e Conchas (ambos em São Paulo) até Goiás e Minas Gerais (ao norte) e Mato Grosso do Sul, Paraná e Paraguai (ao sul). Liga cinco dos maiores Estados produtores de soja do País e é uma das mais importantes hidrovias do Mercosul.

Em seu trecho paulista, a Hidrovia Tietê-Paraná tem 800 km de extensão e conta com 10 reservatórios, 10 eclusas, 23 pontes, 19 estaleiros e 30 terminais intermodais, sendo uma importante alternativa logística para o transporte de carga.

COSTO Y FINANCIAMIENTO DEL PROYECTO

TIPO DE FINANCIAMIENTO: PÚBLICO
FUENTE INVERSIÓN (EN US$) ESTADO DEL FINANCIAMIENTO
TESORO NACIONAL 450.000.000 en desembolso
TESORO PROVINCIAL 350.000.000 en desembolso
INVERSIÓN TOTAL EN US$   800.000.000  

INCLUIDO EN EL PRESUPUESTO NACIONAL: SI
AÑO: 2012
MONTO DE LOS ESTUDIOS EN US$: 750000
FUENTE DE FINANCIAMIENTO DE LOS ESTUDIOS: TESORO PROVINCIAL

ESTADO DEL PROYECTO

ETAPA DEL PROYECTO: EJECUCIÓN  
FECHA ESTIMADA DE FINALIZACIÓN: 30/04/2018
LICENCIA AMBIENTAL: SI
ESTADO DE LOS ESTUDIOS: Completo

RESPONSABLE DE LA INFORMACIÓN

COORDINADOR NACIONAL BRASIL
  • NOMBRE: Gilson Alceu Bittencourt
  • EMAIL: gilson.bittencourt@planejamento.gov.br
  • TELEFONO: (5561) 2020-4080
  • INSTITUCION: Ministerio de Planeamiento, Presupuesto y Gestión
RESPONSABLE ÚLTIMA MODIFICACIÓN BRASIL
  • NOMBRE: Danielle Mota
  • EMAIL: danielle.mota@planejamento.gov.br
  • TELEFONO:
  • INSTITUCION:
  • FECHA MODIF.: 29/03/2017 09:39:07