FICHA DE PROYECTO

NOMBRE: REHABILITACIÓN DE LA CARRETERA CARACAS - MANAOS
CODIGO: GUY01
EJE: Escudo Guayanés
PAÍSES:
BRASIL , VENEZUELA
ETAPA DEL PROYECTO: EJECUCIÓN  
ÁMBITO: BINACIONAL
SECTOR: Transporte
SUBSECTOR: Carretero
TIPO DE OBRA: Mantenimiento de carreteras
API: SI  
ANCLA: SI  
INVERSIÓN TOTAL DEL PROYECTO EN U$S: 407.000.000

Mapa

ALCANCE DEL PROYECTO

OBJETIVO:

Este projeto estruturado destaca-se em razão da relevância da rodovia longitudinal federal BR-174 para os Estados brasileiros do Amazonas e, principalmente, de Roraima, que tem esta via como única ligação com o resto do Brasil, devido aos obstáculos à navegação pelo Rio Branco, que a tornam intermitente. Além disso, consolida o transporte regional mediante a ligação rodoviária do Brasil com a Venezuela, a partir do marco BV8 (Santa Elena de Uairén) até os portos venezuelanos, principalmente o de Puerto Ordaz, pela via Troncal 10. A BR-174 tem uma extensão de 975 quilômetros de Manaus/AM até Pacaraima/RR, na fronteira com a Venezuela. Sua construção começou em 1977 - obra contemplada no projeto geopolítico nacional de integração e ocupação da Amazônia - e terminou em 1998. O custo final desta obra ficou em US$ 168 milhões. Deste total, 51,2% foram financiados pela CAF; 23,4% pelo Governo Federal, 13% pelo Governo do Estado do Amazonas e 12,4% pelo Governo do Estado de Roraima. Nos dois primeiros anos gerou um fluxo adicional ao comércio que superou o valor total investido na sua construção. Seu legado foi o de induzir o desenvolvimento espacial, socioeconômico e comercial, proporcionando facilidades na mobilidade origem/destino de bens e pessoas que viviam em condições de semi-isolamento; e a capacidade do transporte com a redução das distâncias e do tempo de viagem, o que refletiu em ganhos operacionais. As intervenções necessárias na referida rodovia configuram-se, assim, de extrema importância no contexto nacional e regional, na medida em que é a indutora do processo de desenvolvimento sustentável deste peculiar espaço geográfico amazônico, visando a melhoria da qualidade de vida das populações e o fomento de seus respectivos centros produtivos.

DESCRIPCIÓN:

Restaurar o pavimento da BR-174/AM/RR, em seus segmentos críticos, diagnosticados com equipamentos tipo PARAGON-HICS, para o levantamento visual contínuo; Three Laser Profiler, para detectar irregularidades longitudinais; TRANSVERSO, para detectar irregularidades transversais e Falling Weight Deflector, para avaliação das condições das estruturas de pavimentos. Foram então constatados defeitos predominantes como panelas, remendos, desgastes, desagregação, trincas, deformações e deterioração da camada de revestimento. Por conseguinte, para a sua recuperação será necessária a execução de serviços de reciclagem, drenagem, impermeabilização, reconstituição da camada de capa asfáltica, sinalização horizontal/vertical.

O lado venezuelano requer manutenção permanente.

PROYECTOS RELACIONADOS:

DESCRIPTORES:

DESCRIPTOR
VALOR
UNIDAD DE MEDIDA
Ancho de bermas
 
m
Ancho de calzada
 
m
Ancho de plataforma
 
m
Jerarquía de la vía
Nacional
Red Nacional/Provincial/Municipal (km)
Longitud de vía
975
km
Número de carriles por vía
1
número
Número de vías
2
1 o 2
Puentes
 
cantidad
Puentes
 
m
Relieve
 
Llana(km)
Relieve
 
Montañosa (km)
Relieve
 
Ondulada (km)
Superficie actual
 
Carpeta/Tratamiento superficial/Hormigon/Ripio/ Tierra (ha)
Superficie de rodadura a implantar
 
Flexible/Rígida
Transito medio diario anual
 
TMDA
Tuneles
 
cantidad
Tuneles
 
m
Viaductos
 
cantidad
Viaductos
 
m
TRAMO/FASE/COMPONENTE DESCRIPCIÓN ETAPA INVERSIÓN (EN US$)

SITUACION CONJUNTA:

SITUACION BRASIL:

Situação no trecho roraimense (obras conveniadas com o Estado): em 24/03/2010 foi concluída a restauração de 126 km entre Caracaraí e Boa Vista, onde foram investidos R$ 103 milhões. Obra executada dentro do cronograma previsto, com qualidade para garantir o conforto e a segurança dos usuários.

No segmento entre Boa Vista e Pacaraima: (km 505,1 - km 719,9) contrato de conservação. Pista em bom estado. Há um projeto de restauração em andamento para licitação em curto prazo.


As demais obras, localizadas entre Caracaraí e a Divisa com o Estado do Amazonas foram divididas em 4 Lotes. Total de investimentos: R$ 616,3 milhões. A situação das obras é apresentada no quadro a seguir:

Lote

Subtrecho

Extensão (km)

Situação

Valor (Milhões R$)

1.1

Div AM / RR – Ig. Arruda

102,89

Contrato de Conservação

pista recém restaurada

117,1

1.2

Ig. Arruda – Ig. Seabra

79,69

pista recém restaurada 

131,8

1.3

Ig. Seabra – Ig. Caleffi

99,07

pista recém restaurada

142,2

1.4

Ig. Caleffi – Caracaraí

86,61

pista recém restaurada

122,2

Situação no trecho amazonense: foram adotados Contratos do tipo CREMA 2ª etapa (Contratos de Restauração/Recuperação e Conservação Rodoviária, que asseguram a manutenção da rodovia em boas condições por um período de cinco anos). O trecho foi dividido em 2 lotes:

- Lote 1: de Manaus até Presidente Médice (km 883,8 - km 991,1). Contrato CREMA 2ª etapa pista em bom estado de conservação. Valor da obra: R$ 98 milhões. Situação da obra: concluída no final de 2011. Seu contrato de manutenção permanece vigente até 27/09/2014. Serviços realizados: aplicação da segunda camada de asfalto com 8 cm de espessura; impermeabilização do pavimento, melhoramento nas condições de rolamento e serviços de sinalização horizontal/vertical.

- Lote 2: de Presidente Médice até a Divisa com o Estado de Roraima ( km 991,3 - km 1.138,30). Contrato CREMA 2ª etapa. Valor da obra: R$ 110,3 milhões. Seu contrato permanece vigente até 23/12/2015. Pista em bom estado até a Reserva Indígena Waimari Atroari. O segmento dentro da reserva até a Divisa AM/RR está em estado bem precário, tendo em vista que os índios não permitem a entrada da empresa na Reserva. Este assunto está em discussão entre a direção do DNIT e outros setores governamentais.

 

No lado brasileiro, a manutenção da Rodovia é feito por intermédio do CREMA - Programa de Contratação de Restauração e Manutenção da Malha Rodoviária Federal.

SITUACION VENEZUELA:

RIESGOS Y AMENAZAS

COMENTARIO

COSTO Y FINANCIAMIENTO DEL PROYECTO

TIPO DE FINANCIAMIENTO: PÚBLICO
FUENTE INVERSIÓN (EN US$) ESTADO DEL FINANCIAMIENTO
TESORO NACIONAL 407.000.000 completado
INVERSIÓN TOTAL EN US$   407.000.000  

INCLUIDO EN EL PRESUPUESTO NACIONAL: Sin especificar
AÑO:
MONTO DE LOS ESTUDIOS EN US$:
FUENTE DE FINANCIAMIENTO DE LOS ESTUDIOS: TESORO NACIONAL

ESTADO DEL PROYECTO

ETAPA DEL PROYECTO: EJECUCIÓN  
FECHA ESTIMADA DE FINALIZACIÓN: 31/12/2018
LICENCIA AMBIENTAL: SI
ESTADO DE LOS ESTUDIOS: Completo

RESPONSABLE DE LA INFORMACIÓN

COORDINADOR NACIONAL BRASIL
  • NOMBRE: Gilson Alceu Bittencourt
  • EMAIL: gilson.bittencourt@planejamento.gov.br
  • TELEFONO: (5561) 2020-4080
  • INSTITUCION: Ministerio de Planeamiento, Presupuesto y Gestión

COORDINADOR NACIONAL VENEZUELA
  • NOMBRE: Elvis Urbina
  • EMAIL: urbinap@gmail.com
  • TELEFONO: (58) 414-2832771
  • INSTITUCION: Ministerio del Poder Popular para Relaciones Exteriores
RESPONSABLE ÚLTIMA MODIFICACIÓN BRASIL
  • NOMBRE: Danielle Mota
  • EMAIL: danielle.mota@planejamento.gov.br
  • TELEFONO:
  • INSTITUCION:
  • FECHA MODIF.: 29/03/2017 09:12:25