Sobre…

O que é Exporta Fácil?

É o uso de uma plataforma de serviços postais com o objetivo de promover o comércio das MPME na América do Sul e incentivar a sua inclusão no mercado internacional que teve origem no projeto “Exportação por Envios Postais para MPMEs” implementado pelo Ministério das Comunicações do Brasil em 1999, conhecido como “Exporta Fácil”. Considerando os resultados alcançados este projeto foi selecionado em 2004 como um dos 31 projetos estratégicos e prioritários da IIRSA.

Até à data, com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Cuenca Del Plata (FONPLATA), foi implementado em cinco países e outros quatro estão trabalhando a implementação do serviço. O Peru foi o primeiro país a implementar o projeto com financiamento inicial do Banco Mundial. A experiência no Peru foi que a base para o Brasil desenvolvesse a metodologia de cooperação técnica que depois foi usada em outros países membros da IIRSA, com um projeto próprio do Exporta Fácil em cada país. Em 2007, o Fundo Multilateral de Investimentos (FOMIN) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou uma transação não reembolsável para o desenvolvimento do projeto na Colômbia, Equador e Uruguai.

O lançamento do Exporta Fácil no Peru aconteceu em julho de 2007; no Uruguai em março de 2009, na Colômbia em dezembro de 2010 e no Equador, em outubro de 2011. Também foram feitas duas visitas de acompanhamento no Equador (2012) e na Colômbia (2013). Com a criação do Conselho Sul-americano de Infraestrutura e Planejamento (COSIPLAN) da Unasul em 2009, a iniciativa IIRSA tornou-se parte do Conselho como seu fórum técnico, e em 2011 o COSIPLAN decidiu ampliar o conceito de exportação pelo correio para “Integração Comercial Por Envios Postais para MPMEs” para contemplar ambos os fluxos de comércio exterior. Esta temática foi incorporada ao Plano de Ação Estratégico 2012-2022 do COSIPLAN e atualmente faz parte dos planos de trabalho anuais do Conselho.

Por que trabalhar na integração comercial para postais para MPMEs?

A participação de micros, pequenas e médias empresas (MPMES) nas exportações latino-americanas é muito inferior se comparada aos países desenvolvidos (CEPAL-OCDE, 2012). Por um lado as MPMES enfrentam barreiras importantes para participar no comércio internacional, derivados de sua escala, tais como o acesso ao financiamento e informação, elevados custos fixos da criação e manutenção de redes de comercialização no exterior e as restrições de capacidade de gerenciamento e tecnológica.

Por outro lado, a exposição das MPMES no mercado internacional traz benefícios importantes ao promover o crescimento da produtividade, a competitividade e a inovação. Também permite a geração de empregos em atividades competitivas internacionalmente. Os benefícios citados justificam a existência de políticas específicas para apoiar neste setor empresarial.

A integração comercial por envios postais é uma ferramenta que contribui para a integração regional, promovendo a inclusão das MPME no mercado internacional. Que visa facilitar a internacionalização das MPMEs localizadas em áreas afastadas através de um processo simplificado de exportação/importação pelo correio usando a plataforma logística de operador postal designado.

 

 

conceptos

exportafacil_mundo

Depoimentos

Usuários da região dividem sua experiência com Exporta Fácil.
Conheça suas histórias. Você também pode ser um deles.

Projeto regional “Integração Comercial por envios postais para MPMEs”

Estes vídeos vão permitir que você conheça mais sobre Exporta Fácil e também fornecem importantes informações sobre esta ferramenta.
Assista-os, eles ajudaram você a se tornar um verdadeiro exportador.

Qué es Exporta Fácil

Paso a Paso

Caso de éxito

EXPORTA FÁCIL © 2017

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?